Alckmin oferece R$ 50 mil por pistas que levem a grupo de mega-assalto

O governador Geraldo Alckmin (PSDB) ofereceu nesta quinta-feira (7) recompensa de R$ 50 mil por informações dos suspeitos de envolvimento com o mega-assalto à empresa de segurança e transporte de valores Prosegur, em Ribeirão Preto (SP), na terça-feira (5).

A quadrilha, formada por pelo menos 20 homens, conseguiu fugir após um tiroteio que durou 40 minutos. Um policial militar rodoviário e um morador de rua foram mortos durante a ação. O valor levado pelos suspeitos não foi informado.

No mesmo dia do crime, o secretário de Segurança Pública, Mágino Barbosa Filho, afirmou que a prisão dos envolvidos é uma "questão de honra".

Segundo a assessoria de imprensa do governador, a recompensa será paga pela Secretaria de Segurança Pública (SSP) a quem der informações que contribuam com as autoridades para a prisão dos responsáveis pelo ataque e pelas mortes do policial e do morador de rua.

As denúncias podem ser anônimas e devem ser feitas pelo serviço Webdenúncia, do governo estadual, no endereço www.webdenuncia.org.br.

"Não há necessidade de realizar cadastro ou identificação pessoal, garantindo assim o sigilo absoluto", diz nota enviada nesta tarde.

Segundo o governo, os R$ 50 mil serão pagos com recursos do Programa de Recompensa, do Fundo de Incentivo à Segurança Pública (Fisp), que é administrado pela Secretaria da Segurança. A verba é liberada ao fundo para o pagamento da recompensa.

As informações do denunciante serão repassadas aos policiais civis e militares e a equipes responsáveis pelas investigações do caso.

FONTE: http://g1.globo.com/sp/ribeirao-preto-franca/noticia/2016/07/alckmin-oferece-r-50-mil-por-pistas-de-envolvidos-em-mega-assalto.html
 
Voltar