Confusão em shopping tem dez adolescentes apreendidos e um ferido

Um rapaz de 19 anos e dez adolescentes com idades entre 13 e 16 anos foram apreendidos pela Polícia Militar durante uma briga generalizada em um shopping na zona sul de Ribeirão Preto (SP), na noite de sábado (26). Uma pessoa ficou ferida na confusão e precisou de atendimento médico.

Segundo a Polícia Civil, a briga foi motivada por uma rixa entre os jovens e todos os envolvidos foram levados para a Central de Flagrantes. Eles prestaram depoimento e foram liberados, após apresentação dos responsáveis na delegacia.

Procurada pela reportagem do G1, a administração do Ribeirão Shopping, onde a briga ocorreu, informou que prefere não se manifestar sobre o episódio.

Confusão
De acordo com o boletim de ocorrência, a confusão começou por volta das 21h em um dos corredores do Ribeirão Shopping. Vídeos publicados em redes sociais mostram a correria dentro do centro de compras. (Veja acima)

Seguranças do shopping foram acionados por clientes para conter a confusão, que foi registrada pela polícia como "brigas generalizadas" e rixa envolvendo os adolescentes. A causa dos desentedimentos, entretanto, não foi informada.

Ainda de acordo com o boletim, os seguranças do centro de compras não conseguiram conter a confusão e por isso os policiais foram acionados. Com a chegada da Polícia Militar, os envolvidos foram contidos e levados para a Central de Polícia Judiciária e liberados em seguida.

Jovem ferido
Durante a confusão, um adolescente de 15 anos foi ferido na cabeça por um objeto não identificado. O jovem relatou que esperava um ônibus no ponto próximo a uma das entradas do shopping quando foi atingido.

Ele foi levado para o Pronto-Socorro da Vila Virgínia com um corte do lado esquerdo da cabeça e afirmou que não conseguiu ver no meio da confusão com o que foi atingido e nem quem teria atirado o objeto.

Após ser atendido por uma equipe médica, o jovem foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) para exame de corpo delito.

FONTE: G1.com/sp/ribeirao-preto-franca em 29/12/2015

Voltar